Estudantes do primeiro semestre do Curso de Direito da Faculdade Ari de Sá visitaram, nesta quinta-feira (26/04), o Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE). Inicialmente, eles conheceram o auditório ministro e conselheiro Bernardo Machado da Costa Dória, onde estava sendo realizada Sessão do Tribunal Pleno, conduzida pelo chefe do Poder Judiciário estadual, desembargador Gladyson Pontes.

Os universitários estavam acompanhados das professoras Marlene Pinheiro, coordenadora do Curso de Direito, Camila Gonçalves e Ana Paula Lima. Eles conheceram o Memorial e a Biblioteca Jaime de Alencar Araripe. Em seguida, assistiram a vídeo institucional sobre a história e estrutura do Judiciário cearense. Ao final da visita, ainda houve sorteio de livros.

Geórgia Pereira Pinheiro considerou que a visita foi uma oportunidade de conhecer melhor a rotina dos desembargadores e servidores do Poder Judiciário. “A gente aprendeu muita coisa e foi bem complementar para o nosso curso”.

Já Plínio Paccioly é aluno do 3º semestre, mas aproveitou a visita dos colegas para voltar ao Tribunal, dessa vez na companhia da mãe. “Ela mora no Trairi. Quando chegou, perguntei o que iria fazer hoje e fiz o convite para que viesse ao TJ comigo. Ela amou! Viu o vídeo, fez perguntas e ainda conheceu algumas professoras”, contou o estudante.

Para a empresária Rejane Rodrigues Santos, estar ao lado do filho, especialmente em um lugar onde ele pode vir a trabalhar no futuro, foi muito prazeroso. Quando perguntada sobre o local que mais gostou, ela lembrou logo do Pleno e falou dos sonhos que tem para Plínio. “Ele é muito correto, disciplinado, competente, inteligente, curioso. Então eu vejo um dia, quem sabe, ele sentadinho lá e eu aplaudindo do outro lado”.

A coordenadora explicou que a visita ao TJCE entrou para o calendário da faculdade porque sempre desperta muito interesse dos alunos. “O que era apenas um ideal, uma expectativa financeira e familiar, se torna uma meta real. Eles veem o que acontece, começam a entender qual a importância da profissão e a ter uma perspectiva de trabalho, de engajamento e até mesmo de reconhecimento da profissão, de se ver fazendo aquilo. É muito proveitoso e os resultados são fantásticos”, ressaltou Marlene Pinheiro.

O intercâmbio entre TJCE e instituições de ensino, públicas e particulares, faz parte do projeto “Justiça e Cidadania”, que tem o objetivo de aproximar Judiciário e sociedade. A iniciativa está em conformidade com a Meta 4 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que prevê a criação de programa para esclarecer sobre as funções e órgãos do Judiciário.

O projeto “Justiça e Cidadania” é executado pela Assessoria de Cerimonial do TJCE. As escolas e universidades interessadas em agendar visitas devem entrar em contato com a Assessoria de Cerimonial do Tribunal, por meio dos telefones (85) 3207.7052/7044.

Fonte: Pode Judiciário do Estado do Ceará